O noivado serve para…

O-noivado-serve-paraHá quem pense que noivar já era. Neste novo século, onde casar “direitinho” já não é um pensamento da grande maioria, noivar anda perdendo seu sentido. Até namorar anda perdendo a finalidade.

Hoje, na velocidade imposta pela vida agitada, cuidar de detalhes passa a ser muito sacrificante. “Para quê ter a preocupação de comprar aliança de compromisso e depois de noivado se a gente nem sabe quanto tempo vai durar um relacionamento?” E aí, quem acaba se preocupando com isso são os namorados de primeira viagem, que naquele momento esforçam-se em mostrar que o detalhe da aliança de compromisso é importante para fazer o outro mais feliz. E, quem sabe, fiel.

No final, acabamos compreendemos que poucos se interessam pelo outro. O maior foco da atenção sou sempre eu. E como o “eu” sempre corre muito e anda muito preocupado com as coisas que tem que fazer, pode deixar os detalhes, que ocupam tempo demais para depois, ou quem sabe para nunca mais.

Porém, namorar e noivar são possibilidades de uma felicidade a dois, que pode compensar muito mais que ficar sozinho(a) e garantir um futuro tranquilo, mas solitário. Esse futuro onde a pessoa não teria temos nenhuma “dor de cabeça“, será um tempo onde não se terá ninguém com quem repartir as conquistas e alegrias. Ninguém para chamar de seu ou sua.

Os detalhes da vida são importantes e, certamente, namorar e noivar são dois desses detalhes. Namorar é bom. Mas um noivado ajuda a garantir que um namoro seja mais que namoro e que o casamento possa ser diferente “daquilo” que tem acontecido ultimamente.

Porque quem namora constrói um relacionamento e descobre que pode amar uma outra pessoa que encontrou pelo mundo, que tem um DNA diferente, criação diferente, objetivos e vontades diferentes daquelas que se cultiva. Mas quem entra em um noivado o faz porque deseja fazer a primeira amarração da construção. Deseja começar a concretizar aquilo que está vivendo e quer comprometer-se mais seriamente, inclusive compartilhando as finanças. E assim é o noivado: um pré-casamento de compromisso sentimental-afetivo, financeiro e de projetos. É para isso que serve.

E se não der certo? Ainda será tempo de parar e separar. É para isso também um noivado.

Resgatar o sentido do namoro é imprescindível. Resgatar o valor do noivado é muito saudável para a formação de casais mais seguros e maduros, que gerarão famílias renovadas em tempos tão desagregados como esses que vivemos.

Noivado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *